Anexins

Família, filhos, parentes

 1 Quem é caça, puxa a raça.

 2 Filho de peixe, peixinho é.

 3 É de pequenino que se torce o pepino.

 4 Filho enfeitado, xibungo criado.

 5 Filho paparicado, tarado formado.

 6 A quem filhos não têm, sobrinhos lhe vêm.

 7 Quem dorme com criança amanhece cagado.

 8 Casamento e mortalha no céu se talha.

 9 Em briga de marido e mulher não se bota a colher.

10 Com mulher de bigode, nem o diabo pode.

11 Se mulher canta de galo, o marido sai pelo ralo.

12 O marido é sempre o último a saber.

13 Há vícios que acontecem nas melhores famílias.

14 Marido não é parente.

15 Parentes são os dentes.

16 Com mulher de pelo na venta, o diabo não agüenta.

17 Nem os dedos são irmãos.

18 Casa onde não tem pão, todos brigam e ninguém tem razão.



19 Mais vale um bom vizinho do que todos parentes, sozinho.


Anexins colhidos por  OSWALDO ELIAS XIDIEH, publicados aqui

3 comentários:

Lane Donato disse...

Percebo certos preconceitos em alguns anexins. Será que a transmissão da sabedoria tradicional é totalmente submissa, o que provocaria a perpetuação de estigmas, preconceitos?

Rogério Soares disse...

O povo tem uma percepção da realidade baseada na síntese, na impressão, na intuição, nos sentimentos, esses modos de ver nem sempre estão sujeitos a análise.

Lane Donato disse...

Confesso que continuo na dúvida... A força da tradição permanece na transmissão da sabedoria popular. É fato. Mas há subjetividades...enfim, rs