In My Life - A moldura de minha vida


.

Músicas há que nos tiram o fôlego por traduzirem-nos emoções íntimas e nos revelarem infindáveis maneiras de dizer coisas, que muitas vezes, apenas pressentimos. Quando isso acontece, e não são raros esses momentos, quando se ouve boa música; eles vincam nossas vidas para sempre, moldando um gesto, uma pessoa querida, um amigo eterno, uma passagem de nossa vida, com um colorido todo especial, digno dos melhores quadros. In My Life dos Beatles é uma dessas molduras. Gosto também da versão de Ozzy Osbourne para esse hino ao amor incondicional. 

Não me recordo da primeira vez que a ouvi, mas, desde esse dia - esquecido pela memória - retorno sempre aos seus encantos, para não mais a esquecer. Mesmo que eu quisesse, porém, não seria possível apagar da minha vida essa música primaveril. Ela me toca pela singeleza de acordes e profundidade da mensagem, que possui um grau exato de exaltação romântica. Exaltação que em tudo recusa aquele sentimentalismo piegas e fácil, tantas vezes associados aos discursos líricos. 

2 comentários: